Tese de Igor Robaina, defendida no PPGG/UFRJ, ganha Prêmio IPP-Rio Maurício de Almeida Abreu

DoutoradoPesquisaPós-GraduaçãoComentários desativados em Tese de Igor Robaina, defendida no PPGG/UFRJ, ganha Prêmio IPP-Rio Maurício de Almeida Abreu

Em 24/11/2017, a Comissão Julgadora do 2° Concurso Público Prêmio IPP-Rio Mauricio de Almeida Abreu para Teses e Dissertações sobre o Rio de Janeiro, concedeu o prêmio de primeiro colocado na categoria Tese de Doutorado para a Tese de IGOR MARTINS MEDEIROS ROBAINA, intitulada: “ENTRE MOBILIDADES E PERMANÊNCIAS: UMA ANÁLISE DAS ESPACIALIDADES COTIDIANAS DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA NA ÁREA CENTRAL DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO”, defendida no Programa de Pós Graduação em Geografia da UFRJ em 2015, sob a orientação do Prof. Dr. Paulo Cesar da Costa Gomes.

Segue o comentário da Comissão Julgadora sobre tese, publicado no diário oficial do município do Rio de Janeiro em 28/11/2017:

A tese aborda a questão da situação da população de rua na área central da cidade do Rio de Janeiro, evidenciado a lógica e as práticas dessa população e suas estratégias espaciais no seu cotidiano, propondo uma abordagem que agrega um novo ângulo em relação àquele normalmente presente nos trabalhos a respeito do tema, nos quais é mais marcada a perspectiva da assistência social, das consequências do desenvolvimento econômico, ou da etnografia do fenômeno.

Trata-se de uma pesquisa exploratória e suas conclusões vão no sentido de presentar hipóteses a serem testadas futuramente. Introdução muito bem elaborada com definição da problemática da pesquisa, justificativa do tema e indicação do caminho metodológico percorrido. Apresenta de forma clara definição do problema e hipótese de trabalho, bem como objetivos da investigação. Cria três categorias integradas de análise: permanências, mobilidades e ritmos, categorias associadas à vida cotidiana dos moradores e que emergem de sua pesquisa de campo. Ao apresentar estas categorias o autor tem o cuidado de conversar com abrangente literatura nacional e internacional para justificá-las.

Os procedimentos metodológicos estão expressos e bem fundamentados e viabilizaram a realização da pesquisa no longo período de observação despendido, não somente conferindo maior credibilidade às interpretações e resultados apresentados, como são dignos de reconhecimento e de louvor, enquanto precisão e dedicação ao trabalho acadêmico. Os resultados são expressos de forma clara e de acordo com a fundamentação teórica-metodológica e respondem aos objetivos propostos. Tese original com excelente redação e dentro das normas acadêmicas. Trabalho de investigação consistente com boa reflexão e que contribui para o entendimento dos moradores em situação de rua e  consequentemente para o estabelecimento de políticas públicas para esse segmento invisível e estigmatizado na cidade. Seus resultados são muito interessantes por abrir perspectivas de novos estudos.

A tese traz uma reflexão muito relevante sobre as permanências, mobilidades e ritmos das populações de rua, fenômeno abundante na paisagem carioca, mas ainda muito longe de ser entendido em sua plenitude e, portanto, com deficiências sérias para o desenho de políticas públicas capazes de alguma eficácia para a melhoria da situação desta população. Neste sentido dialoga com os gestores públicos, quando conclui que o êxito das ações assistenciais do poder público e das medidas de controle da ordem urbana estará sempre condicionado em larga medida pelo entendimento das lógicas e referências cotidianas do viver da população de rua. Porém, apesar dos seus argumentos deixarem evidente que o enfrentamento do problema da existência de populações em situação de rua demande por uma coordenação de políticas que integre diferentes áreas da gestão pública, isso não é mencionado nas conclusões. Este talvez seja o único ponto a ser ponderado quanto à contribuição da pesquisa para o desenho de políticas públicas.

Veja a tese completa aqui

Departamento de Geografia - UFRJ © 2017 | Implementado por Matheus Graciano e Rafael Bucker