Memória

O Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGG) foi criado em 1972 com o curso de Mestrado. A Constituição do curso fez parte de uma política nacional de criação de cursos de pós-graduação para a formação de quadros profissionais qualificados. O curso de Doutorado foi implantado vinte anos depois, em 1992.

A política da pós-graduação seguiu a reestruturação do ensino superior do país de 1968, momento em que a geografia na Universidade Federal do Rio de Janeiro foi posicionada junto ao Instituto de Geociências no Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza. Apesar de este fato ter sido bastante controvertido, considerando-se a natureza social da geografia, ele aproximou, sem dúvida, a geografia das ciências naturais, com destaque para a geologia, e também da engenharia que buscava incorporar à técnica, conhecimentos do território nacional, de uma nova realidade que se reconfigurava com a expansão da economia industrial, urbanização crescente e com a expansão da fronteira de recursos pela Região Norte, a Amazônia.

O contexto interno à UFRJ se refletiu na pós-graduação, propiciando articulações e alianças dos cursos que se criavam rompendo de certa forma com suas fronteiras, no caso da geografia, ao se aproximar das áreas naturais e da engenharia, direcionava-se para além das ciências sociais. Com os anos, as articulações com outros programas da universidade se ampliaram e, hoje, há várias parcerias de docentes da geografia ministrando disciplinas em outras pós-graduações da UFRJ, sejam na área social, na área técnica ou nas ciências da natureza, há vários projetos de pesquisa conjuntos, além de mobilidade de discentes cursando disciplinas em diferentes programas de pós-graduação.

O Programa de Pós-graduação em Geografia deve sua criação, a um quadro restrito de professores que se empenharam para a formação do curso de mestrado, Profa. Maria do Carmo Correia Galvão, Profa. Bertha Koiffman Becker, Profa. Lysia Maria C. Bernardes, Profa. Maria Therezinha de Segadas Vianna, e, logo em seguida, os professores Jorge Xavier da Silva e Maria Regina Mousinho de Meis. Estes formavam o corpo docente interno da Universidade Federal do Rio de Janeiro no início do Programa de Pós-Graduação em Geografia. Para suprir as disciplinas haviam professores visitantes convidados de outras instituições, como do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE – e de universidades estrangeiras, que assumiam disciplinas, atividades de pesquisa e orientação de pós-graduandos. Professores convidados conferencistas de várias outras instituições, nacionais e estrangeiras, também tiveram uma colaboração bastante expressiva para a consolidação da Pós-Graduação em Geografia na UFRJ, estendendo sua atuação a orientações de dissertações e à participação em bancas examinadores. Destaca-se o forte relacionamento com docentes da Pós-Graduação em Geografia da Universidade de São Paulo-USP e de pesquisadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

O Doutorado

O curso de doutorado foi formulado vinte anos depois do mestrado, sendo criado em 1992, com aprovação pelo Conselho de Ensino para Graduados (CEPG) da Universidade Federal do Rio de Janeiro pelo processo nº 002091/92 -29 em 13/07/93 e credenciado e referendado pelo Ministério da Educação e Cultura pelo Conselho Nacional de Educação, Resolução CNE/CES 1/2001, publicada no DOU 09/04/2001.

O curso de doutorado em geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro teve início com poucos alunos, mas logo se expandiu e atraiu expressivo número de alunos, muitos de fora do Rio de Janeiro. O doutorado deu maior visibilidade à pós-graduação de uma forma geral, o que pode ser visto pela atração e alunos de outros estados e do exterior não somente para cursar o doutorado, mas também o mestrado. Dos alunos estrangeiros no Programa, destacam-se alunos da América Latina – Peru, Colômbia, Equador -, da África – Angola, Moçambique -, do Canadá e dos Estados Unidos.

Ao mesmo tempo de sua criação, as linhas de pesquisa do Programa se diversificaram com a consolidação de novos núcleos e laboratórios de pesquisa com projetos vinculados às diferentes linhas de pesquisa do Programa. As áreas de concentração do PPGG se fortaleceram com novas linhas de pesquisa que acompanharam novos interesses dos docentes e dos laboratórios de pesquisa, ampliados pelas perspectivas que se abriam com o doutorado e o fomento de recursos para pesquisa.

Áreas de Concentração

A Pós-Graduação em Geografia da UFRJ está, desde a sua criação, constituída em duas áreas de concentração, atendendo as especificidades das áreas da Geografia Humana e da Geografia Física, todavia, sempre foi concepção norteadora o cuidado de não incorrer na separação das duas áreas procurando a integração da geografia por meio de ações integradoras em cursos, seminários, workshops, projetos de pesquisa, ente outras iniciativas. As áreas de concentração não são, assim, vistas como linha divisória entre pesquisas e pesquisadores.

Com o curso de doutorado as áreas de concentração foram novamente revistas e reconfirmadas e mantém–se em duas, nomeadas, desde 1992, como “Organização e Gestão do Território”, que segue uma orientação humana e econômica e “Planejamento e Gestão Ambiental”, substituindo a antiga nomenclatura “Estudos ambientais”, que segue uma orientação física, biológica e geomática. Cada uma das áreas de concentração se desdobra em linhas temáticas, nas quais se enquadram os projetos de pesquisa dos docentes e seus alunos. Mesmo que o Programa esteja estruturado em duas áreas de concentração, há uma preocupação com a unidade conceitual da Geografia, observada em atividades integrativas tanto de ensino quanto de pesquisa.

Departamento de Geografia - UFRJ © 2017 | Implementado por Matheus Graciano e Rafael Bucker